domingo, 14 de junho de 2009

Na Morada



Antes a busca, como em bosques, por bocas. - Não que me beijam, mas que me falam e me calam e me acolhem, que me dão um baque. Daí desabam-se as minhas portas, desarmam-se as comportas e você, morena, me desmorona.
Antes a busca pela palavra: lavrada, levada e leve. Escritura sem critério onde procuro vaga. Vagueio em seus 'anseios', rabisco formas e arrisco-me em fórmulas de despudor se assim puder. Lascivo nos seus laços que me persuadem em suor, afogo-me no fulgor dos seus afagos. Irrequieto, não sei se arquiteto literatura ou a minha tara.


Antes de Caminha e suas cartas, nosso caminho de estradas fartas asfaltam a falta de ladrilhos para que nos encontremos em entroncamentos oblíquos da Via-Vida. Saio de choques e dos cheques para a sua saia. Pioneiro, faço-te rainha. Escrevo e mexo em peças e passos. Diversifico-me em versões diversas, de versos, sem limites e espaços.
Antes o amor e não o mesmo a esmo como jogo ou ciência, para que a convivência não se torne conveniência como em um posto, como apostas em animais que pastam, como um aposto, entre vírgulas, em que Virgulinos e 'Lampiões' são lampejos sem Marias-Bonitas.



Antes da construção, a instrução. Nossa fundação para alicerçar e ali cessar qualquer entrave ou treva. Com quatro folhas e trevos, cercear tratores de estrutura, pois não haverá entulho em nossos atalhos, cascalhos em nossas telhas e qualquer um verá com veracidade que nos amamos à vera. E até os Verões nos verão velhinhos na velha cidade, juntos a cada janta.
Antes que o esquecimento dure mais que um momento, talho com centelha, fermento e bolo, as feições da perfeição do nosso encaixe como cimento e tijolo: sua lógica matemática e meus contratos com o abstrato. Suas contas e meus contos: nossa decoração.
De coração, na morada, comigo, casa?

53 comentários:

Sequelanet disse...

é você que fez?
se for ficou muito legal

gostei do texto ; D

garotadeopiniao disse...

vc é o autor ??

é um texto bem criativo

Marton Olympio disse...

Caraca finalmente.
Algo poético e inteligente na Blogsfera. rs
Muito bom mesmo :)

Na morada, comigo casa.

Lindo!

http://martonolympio.blogspot.com/

Alan Salgueiro disse...

Nota de rodapé: Todos os textos postados nesse blog são de autoria própria, registrados ou a caminho de registro.

Grato, caros.
Alan Salgueiro.

Leo Pinheiro disse...

Bons trocadilhos e figuras de linguagem... Gosto disso.

Rosemeire Polegato disse...

Ela casa Alan não se preocupe rsrsrsrs. Lindo seu texto, aposto que ela tambem amou. Que Deus abençoe vcs. Bjs.

Rogerio disse...

muito bom..belo jogo de palavras vc fez,,,,parabens...

Débora Borsatti disse...

Muito legal o texto! Um jogo de palavras muito interessante, cheio de sentido e emoção.Parabéns!

Inez disse...

Cara lindo seu texto, muito criativo, um jogo de palvras bem montado numa declaração de um amor total.

Por Ricardo Cazarino disse...

Olá...ótimas construções...use e abuso das palavras e torne sentimentos nos mais belos poemas...

john disse...

excelente, vc possui habilidade com as palavras, além de uma desenvoltura coesa nos versos , o que torna
o poema fluido, e agradável, ao contrário de muitos padrões mecânicos adotados por um grande numero de poetas de nossa geração
muito bom mesmo.
abraço

john disse...

nota : só está falando vc adicionar um gadget de seguidores assim fica mais fácil acompanhar suas postagens

JOY disse...

Mto bom!!
vc é o autor, se sim, parabéns
está ótimo, não só estes, mas outros postd estão bem atraentes tbm...

estou no trabalho agora, mas assim que possivel eu adiciono vc aos meus favoritos

Gfrande abraço

http://joycebc.blogspot.com

Contos e canções disse...

Excelente texto...

Perfeito mesmo!

Parabéns!

Gúh! disse...

Agora tenho certeza que ela casa !

Boa sorte para os dois !

Bom texto tbm :)

J.F. Marques disse...

Parabéns pelo seu blog e pelo post, estão sensacionais. Interessante os posts do seu blog, tópicos que poucas pessoas se interessam mas que são de extrema importancia. Parabéns.

K.Rafael disse...

Gostei da forma que a história foi contada usando um jogo de palavras bem interessante em alguns trechos.

Você tem conteúdo.

daniel barros disse...

cara, foda demais. demais mesmo. sem exageros, estás no nível dos que mais admiro!

abraço.

Letícia Santos disse...

Lindo Demais.

Simples, profundo e encantador.
Você tem talento, parabéns!

prefiro não comentar disse...

O que vou dizer? Tá tem os clichês aceitáveis, tem a adimiração sincera, tem a inveja descabida e tem a sincera emoção de ler algo realmente bonito e tocante, pode parecer piegas, mas parece que encontrei meu sorvete predileto em um dia chuvoso em outras palavras. perfeito! E olha que nem acredito na instituição casamento!

.Macarenna disse...

Olha primeira vez aqui e adorei seu blog, e já estou seguindo.
Ameei o seu jeito de escrever seus posts, muito criativo essa sua maneira, isso me atraiu.
Muito bom os posts.
beeijos

Andréa Mota disse...

Uma trajetória. Olhos, boca, pés, braços, corpo, alma. E dentro de cada um desses, infinitudes.

Consegues associar todo um laço indisível com coisas -aparentemente- comuns, findas em si. Tornas esse sentimento uma simplicidade única, capaz de agregar todas as coisas bonitas do mundo.

E na edumentária do texto, som, sintonia e acordes poeticamente livres.

Vou repetir o que muitos já disseram: gosto muito dos seus textos!.. e por isso, sempre estou aqui.

nota: ri muito quando li sobre a proposta da comunidade "entendendo andrea". hahahahaha...

e quanto a interpretação do texto, não existe certo ou errado. Da feita que se faz e publica, os textos são de quem os lê. Mas, chegaste bem perto do que eu me motivou quando estava fazendo ele.

enquanto simplificas lindamente os sentimentos, me embaralho em codificações madrugada a dentro. :)

Vanuci Watson disse...

não li o texto a fio, mas gostei da metalinguagem... aglutinação de cores e imagens aliados a mensagem do texto... depois leio com mais calma quando minha dor d kbça passar.

Rogerio disse...

reli e gostei....quando as palvras são boas pode ler varias vezes...

john disse...

Não se preocupe, não comentei buscando reciprocidade e sim , por que vc realmente escreve muito bem companheiro, eu acredito que devemos comentar com palavras sinceras nos blogs que realmente acrescentam algo de bom não só a blogosfera, mas também ao meio net-cultural, e seu blog sem dúvidas é um deles , e agora com o gadget de seguidores fica mais fácil eu poder acompanhar e comentar devidamente, continue escrevendo companheiro.
abraço

Nota: pois é sempre tem que ter alguém que gosta de ouvir música(ruim) pertinho da nossa casa por que será? será alguma equação que ata o tecido da realidade e torna esta vertente, um fato desagradavelmente cotidiano para todos nós? rsrsr

Ednaldo Cardoso disse...

Texto muito bem feito.
Passei ontem por aqui e talzz...
Estou passando de novo, rs.

Parabéns pro blog.


Abração.

Pamella disse...

Um texto, uma declaração, um pedido?
É perfeito, forte...
Parabéns pelo texto.
Súbita é a paixão; amor é uma construção feita somente a quatro mãos.

Júlio disse...

Simples Triste de certa forma e extremamente poético.
Passa no meu blog

http://comosefosseverdade.blogspot.com

MoizaCARTUNS disse...

Encontrar na namorada uma morada para nossos sonhos, desejos e futuro... quem sabe, algumas frustrações e anseios? Mas o amor suporta tudo. Nele, encontramos morada. A minha, está NELA. Nos braços dela; no coração dela.

Abraços o/

LADY DARK ANGEL disse...

FICOU UMA GRACINHA
REALMENTE CRIATIVO E AS IMAGENS ENTAO
VC É O AUTOR//

Anita disse...

muito bom o texto. muito criativo. gostei!

MattXFrehley disse...

legal, me fez pensar em momentos muito especiais

DeGaragem disse...

Velho sabe quando vc le uma parada e sente uma outra parada? kkk
serio, me fez viajar, esse sensação é melhor do que qualquer droga, porem viciante. Muito bom seu texto =D


Brigado pela passada lah no blog. Sinta-se a vontade para nos visitar quando quiser, na verdade, pra vc o recado eh outro: continue nos visitando e fazendo seus comentarios inteligentes =D

Natan Fusco, do DeGaragem Podcast
(www.degaragem.com)

Janis Lyn disse...

Nossa, que romântico!

bjs

Jay

http://diariodeumafocaemcrise.blogspot.com/

Spertnez disse...

Seu texto da uma diversificada em poucas frases, sua mente passa rapido em varias situações e faz uma junção delas rapidamente. Gostei do que li!

Obs.: tinha colocado la na comu retribuindo porque era para a pessoa de cima, ia devolver o calote. Quando vi você tinha postado antes, ai vim comentar.

http://gustasou.blogspot.com

FábioE§¢orpïão disse...

Muito bom.

Apesar da estética de "prosa poética", senti mesmo musicalidade no texto: pura poesia.

Adriano Viana disse...

Muito bom mesmo, adorei a misturas de texto com fotos! Abraço e sucesso com o blog!!

Canto do Lufa disse...

Excelente jogo com as palavras!
O som do texto ficou ótimo

Parabens

Marcelle disse...

Oii...vi seu blog na comu do orkut e to comentando....adoreei seu blog...Está de parabéns !!! Passa la no meu tbm....to começando agr..hahah

Beijos !!

Armyman disse...

Gostei do: "E até os Verões nos verão velhinhos na velha cidade..."

Me lembro o V for Vendetta. aehueahueahu :]

mto bom

abç

Anônimo disse...

Nossa o texto é lindo, adorei muito sem falar na foto do casal na frente da casa lindoooo.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

*Teta de Nêga* disse...

Adorei!!!

mateusbonez disse...

Seus versos controversos são perfeitos, sinceros e singelos. Adorei e sempre voltarei aqui :DD

http://tiomah.blogspot.com/

Gustavo Hermes Soares disse...

Esse é tipo de verso que eu gostaria de ter escrito.
Parabéns... eu adorei.

Tem ritmo! Tem nuance!

Sucesso pra vc!

Celamar Maione disse...

Seu ritmo é ótimo !
Falando de amor fica melhor ainda.
Boa semana !

JANA disse...

AMEI
COM TODOS OS AS
COM TODOS OS MES
COM TODOS OS ES
COM TODOS OS IS
BEIJO
TIA JANA

Renatta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camis disse...

Que lindo,rapaz!
Parabens, o ritmo e a escrita estão ótimos.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Jess disse...

Na morada, comigo, casa?
Adorei seu texto, muito bem estruturado, com jogos de palavras...perfeito!
Parabéns!
Vc vive disso?!?

Naya disse...

Meu Deus!!!!Estou absolutamente encantada... Vc é um verdadeiro talento...Suas aliterações lembra muito um certo compositor q eu adoroooo!!!!

"BERRO PELO ATERRO PELO DESTERRO
BERRO POR TEU BERRO PELO TEU ERRO"

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!

Bruna disse...

que lindoo (;
mtooo mesmo
ameiii

Luciana disse...

"De coração, na morada, comigo, casa?"

ainnn *-* que coisa mais amoooor!

Nathany disse...

Dá-lhe Renatta, inspiradora! Ainda bem que vc existe pra o bem dos leitores!

Alan, tenta não abalar demais as estruturas dos bem aventurados que passam por aqui, desse jeito a gente não aguenta...