sábado, 14 de novembro de 2009

OlimPIADAS 2016: Eu RIO.



As anedotas que me amedrontam: as empreitadas impreteríveis das empreiteiras em superfaturar, enquanto nos sinais, cobram-se as faturas da falta de estrutura das fraturas sociais, os juros de mora pela demora, pelas favelas atrás dos muros, pelos murros na cara da falta de decoro.
Cresce a cidade-silicone, revestida de cones e canos de calibres e descargas. Vai da redenção à rendição aos obstáculos dos tentáculos do crime: fogo na pira da tocha, pois quando não há fogo no "buzu" lá a galera se arrocha na hora do rush.



Nos "milimeTRENS" se desacata, gente se atraca, quebra catraca, depreda, joga pedra e fica a socos e catiripapos. Nos "centiMETRÔS", os vagões-óvulos são disputados pelo povo-espermatozóide, que compartilha trozobas, atritos e atrasos ouvindo samba de breque em meio à sacanagem das frenagens bruscas.



E enquanto não se repudia o pódio, canalhas vão ganhando medalhas. Enquanto se compactua, o PAC dorme como um pacderme e na epiderme se sente a rajada dos que capturam os helicópteros à bala.
No céu o incêndio e ao esporte a falta de incentivo. Vitória dos espertos contra o desporto, pois enquanto dispersos e perversos não se importam, se exporta a imagem de um "Olimpo" que não é limpo, que nunca será uma Esparta, que sempre haverá um parto e uma posterior porta cerrada, oportunidade parca, estabilidade porca. E até lá só rio do meu Rio que sorri de tudo, cidade da olimPIADA.

12 comentários:

Renatta disse...

E o povinho comemora essa vitória...

Andréa Mota disse...

Os olhos brilham quando, na tela da tevê, eles vêem a beleza das grandes olimpíadas. Almejam realidade quando não passa de mera ficção. Mas o que fazer diante deste zepelim redecorado?

Menino. Sumiste. =/ Tava com saudade.

Uma coisa pra te dizer. Na sua ausência, fiz uma coisa e queria te mandar o resultado disso. É uma espécie de permissão. Vou mandar.

Lívia Lunardi disse...

primeiramente...
que bom q está de volta!!
tb estive ausente por um tempo... e tb estou tentando voltar! rsrs
mto trabalho e estudo na facu! tá foda! rs

segundamente.. (rsrs)
já vi seu twitter, tb tô te seguindo!! =D

terceiramente... (ai jesus rs)
o post... amei!
pela primeira vez alguém escreveu sobre o verdadeiro significado das olimpiadas no rio... e mais uma vez... me incomodou. me fez pensar.
parabéns!

um dia quero mto ter o prazer de usar algum de seus textos no palco... quem sabe nos apareça uma parceria no futuro?

parabéns! vc disse tudo!
té a próxima!

bjoooooooss ;)

Celamar Maione disse...

Textos sempre interessantes e críticos.
Gostei: " Cidade-silicone..."
"OlimPIADA...."

Gostei também da sua visita.

Beijão

Y a s h a disse...

Alan, Alan...
Deixa eu te dizer que essa primeira foto me arrepiou e que eu penso tal e qual você...
E cada detalhe que você vê e expõe é fruto verdadeiro, menino. Essa realidade de que tantos se escondem você escancara, deixa ali na ferida viva, a ponto de se perceber que há coisas que não devem ser comemoradas. Você sim sabe mostrar todo o cinza que as pessoas insistem em cobrir com seus arco-íris ilusórios.
E como é bom vir aqui te ler...

Estava com saudades disso aqui.
Beijo :*

Lih...Amarante disse...

Alaaaaaaaaaaan....
tu deu uma sumida, né?!
Fez falta!!!

Um mero P.S: muito me agrada as
alfinetadas, as críticas que você posta no blog.

Vc faz desse teu espaço uma utilidade.

Um bjo grande!!

Lih...Amarante disse...

Hermano.....me dê uma dica, please:
como faço para usar o referrer.com?

achei bem interessante a idéia de saber quem visita com mais assiduidade o blog!

bjo

Suellen Nara disse...

Ainda bem que o mundo acaba em 2012!

Bom te ler de novo!

Kelly Christi disse...

rsrs A-DO-REI a crítica, de fato, todos estão cmoemorando esse marco, sem duvida um grande marco para o Brasil, mas poucos estão pensando nos resquicios e problemas que possuimos no RJ, e o descaso é tanto, que relamente, é uma gde. piada.
Obrigada pelo elogio às minhas croniquetas lá nos deleites, volte sempre, gosto dos seus contários críticos.

Bjs.

garotadeopiniao disse...

seu texto me lembra a prova de redação que fiz para a Universidade Federal do Espírito Santo, na qual cobrava-se uma dissertação a respeito do Brasil, o país do futuro, será que este futuro chegou com as olimpíadas, copa e pré-sal ? dizia a prova... eu creio que não, creio que nenhum desses 3 fatos vai acabar com as misérias sociais, o lucro vai ser mal administrado e continuaremos para sempre o país do futuro...
A não ser que as coisas mudem muito.

Millena Blogueira disse...

Um olhar crítico sobre as olimpíadas...

Guilherme Lombardi disse...

Tomara que o mundo acabe em 2012